Seguidores

28 de setembro de 2014

Renascer





Renascer

Chuva
que cai do céu
Molha
meu corpo
Que
está despido
Da
roupa da pureza...
Corre
suave,
a
água de dentro,
de
um coração
que
está em tormento...
E
em forma de lágrimas
Limpa,
Lava
minh’alma...
Traz
pra fora
e
molha meus olhos,
limpa
o canto
que
está sem encanto,
de
se viver...
Mostra
a beleza
de
que existe a certeza
que
mais vale viver,
padecer
e sofrer,
desfazendo
o mal feito
pra
tão somente renascer...



Anjopoesia

Um comentário:

  1. Uma alma inspirada e batizada nas expressões verbais do coração. Francis Perot

    ResponderExcluir